RECENTES

30.9.16

SOBRE O (ASSUSTADOR?) FUTURO E AS ESCOLHAS QUE ME LEVARÃO ATÉ ELE!

Um texto sobre escolhas profissionais e os medos de tomá-las precocemente e sem certezas.
Reprodução: Mensagens 10

Chega aquele momento em que você se pergunta: o que eu estou fazendo aqui?! Por que estou fazendo isto? A que ponto deixei esta situação chegar?! É fato que as escolhas que fazemos cedo nas nossas vidas são determinantes em nosso futuro, e há uma cobrança tão grande por parte do mundo exterior sobre o que deveríamos ser que nos perdemos em meio a algo que nem sempre é o nosso desejo mais profundo.

Eu mesma, nunca consegui me descobrir inteiramente, tenho sim algumas aspirações, mas sinto um grande medo de me precipitar, afinal, são tantas opções, tantas variações, tantos estilos de vida a seguir. E ao mesmo tempo em que não quero me precipitar, não quero correr o risco de deixar o tempo passar.

E no fim, a pior parte de toda a cobrança não se torna mais a cobrança externa que recebemos, e se torna a cobrança que temos para conosco. Digo por mim, que me cobro tanto para descobrir quem eu quero ser, que acabo nunca achando algo que me satisfaça completamente. E creio que o grande problema é este, é difícil, quase impossível, se satisfazer por completo.

Como esperar encontrar seu caminho rumo ao sucesso se você tem tanto medo de errar? São tantas dúvidas que me seguem, e a cada dia vejo as pessoas chegando cada vez mais longe em uma idade tão curta que o desespero chega até a tomar de conta dentro de mim. É difícil, mesmo com a grande quantidade de orientação que tenho recebido. Porque no fim, a escolha é toda minha.

32 comentários:

  1. Eu tenho esse mesmo problema. Gosto de muitas coisas, quero fazer muitas coisas e ainda estou ciente que existem várias outras coisas no mundo que eu nem tenho consciência de que existem. E se minha vocação estiver em uma dessas coisas desconhecidas? Quero conhecer tudo e abraçar tudo. Infelizmente, isso é humanamente impossível.
    Conversei com a minha psicóloga sobre isso e ela disse que a dor de fazer essas escolhas é justamente ter quer abrir mão de fazer as outras coisas que gostamos. Ainda estou tentando aprender a lidar com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho medo de não conseguir abrir mão de nenhuma dessas escolhas, sabe. De perder grandes oportunidades , e ao mesmo tempo tenho medo de agarrar a uma dessas infinitas oportunidades. Acho que é um problema pelo qual muitas pessoas sofrem sozinhas, sem ter com quem falar, porque, por exemplo, quando vou falar sobre com meus familiares, tudo o que recebo em retorno é uma grande pressão. Dizem que não importa o que, tenho de tomar decisões.
      Enfim...

      Excluir
  2. Já me senti assim quando mais nova e realmente eu sentia uma pressão e um medo assustador. Hoje eu sei que preciso ter um foco, porém não sei se vou conseguir tudo o que eu quero, mas também sei se eu me desesperar nunca vou estar sã nem vou conquistar o que eu quero. Às vezes me surpreendo como já passou pela minha cabeça fazer tantas coisas, mas agora que sou mais adulta estou tentando direcionar tudo. Espero que você consiga fazer uma pausa e refletir bem.

    Fiz a avaliação do seu blog, você pode ver no link: http://www.juhlihipy.com/2016/09/10-dicas-para-o-design-do-seu-blog.html?showComment=1475249693819#c3075198507375522562

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela força... tomara mesmo que eu consiga fazer essa pausa, mesmo que nada passe pela minha mente agora. É difícil conciliar tanto em mente, mesmo que todos digam que um dia vai passar, a ansiedade me faz ficar nervosa demais a respeito. Mesmo assim, obrigada. E um beijo!

      Excluir
  3. Como eu te entendo! A forma que às vezes encontro para organizar tudo o que me inquieta é escrever, assim tento ganhar confiança para aquilo que verdadeiramente importa!
    Adorei o blog, já sou seguidora!
    Um beijinho <3
    https://beautystuffblog.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Escrever é realmente a melhor forma, que encontrei, para desabafar. Já te segui também, meu bem ;)
      Um beijo!

      Excluir
  4. Eu percebo querida. Também tenho muita vontade de fazer x coisas e por vezes fica tudo parado pelo medo e tal como disseste, a escolha é toda minha. Enfim, é muito difícil
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | INSTAGRAM |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a parte mais difícil é nos forçar a sair do comodismo. A questão de ser nossa escolha é o que mais dificulta tudo, muitas vezes eu quero, mas não "consigo". Sabe?
      Beijos!

      Excluir
  5. Amei o post, to conhecendo o blog agora e estou adorando o jeito que você escreve cada post!
    Beijos
    http://heybranca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada meu bem, seja muito bem vinda! ;)
      Beijos!

      Excluir
  6. Que delícia de reflexão e quantas entrelinhas importantes a serem aprofundadas! Senti uma mesclagem intensa entre as filosofias do "Só sei que nada sei", do "Mudo para continuar o mesmo" e da noção fundamental de que liberdade é saber ao que prende. Esse cuidado que nos lembra que a cada escolha, estamos muito renunciando, é o mesmo que nos lembra que a cada momento em que não escolhemos, já perdemos diversas opções. São problemas assim a serem equilibrados e, de fato, é tudo complexo. Mas buscando autoconhecimento e buscando honestidade acima de tudo, nenhuma porta fica fechada. Depende de nós deixar gretas abertas sem que firamos a porta já escancarada pela qual estamos entrando, não é mesmo?

    www.semquases.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Verdade,acho que meu grande problema é a falta de equilíbrio. Não sei organizar muito bem minhas prioridades, mas estou em busca deste autoconhecimento.
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  7. isso é tão difícil, saber que o seu futuro esta em suas mãos e não saber o que fazer com ele, ter medo de escolher o errado e se arrepender, mas a gente tem que tentar né? Ser feliz só depende de nós mesmos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, agora, o que nos faz verdadeiramente felizes? Meu carma...

      Excluir
  8. Não te esqueças que estás sempre a tempo de mudar! Mas, o que realmente importa, é que sejas feliz :)
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram

    ResponderExcluir
  9. Nossa, esse texto me representa!
    Mas de verdade, nunca é tarde para mudar, para experimentar modos de vida diferente e é sempre bom tentar tudo antes de tomar uma decisão.

    Abraço õ/
    https://livrosamoremais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, sinto como se não tivesse nem começado a experimentar a infinidade de coisas que a vida tem a me oferecer, e já tenho que abrir mão de muitas dessas coisas a fim de que tome um rumo na minha vida. Aiai, é muito complicado.
      Abraço.

      Excluir
  10. Eu sofro sempre com isso mas uma coisa que aprendi é que nada nunca vai ser perfeito e então, parei de me pressionar com minhas escolhas e principalmente, para escolher alguma coisa. No final tudo acaba dando certo!
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela força, espero que eu chegue nessa fase, em que eu aceite minha realidade. No momento ainda não cheguei nem perto, mas vou chegar lá.

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi, Allana!
    Eu entendo esse sentimento porque tive muito ele alguns anos atrás! Contudo, acho que o mais importante é sempre refletirmos, tentarmos nos desvincular com as opiniões e expectativas do mundo e focar em nós mesmas.
    A rotina corrida pode nos tirar esses momentos importantes mas temos que aprender a preservá-los.

    Beijos.

    BLOG COISA E TAL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa que me impede bastante de seguir em frente, alem das minhas, são as expectativas da minha mãe, ela tem tantas, mas tantas que acaba me pressionando. E é aí que eu empaco onde estou mesmo.
      Mas acredito que vou passar por tudo isto, sim.
      Beijos, e obrigada pela força!

      Excluir
  12. Já me senti assim, adorei sua forma de se expressar...

    http://amebatom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Acho que o grande problema disso tudo vem do imediatismo que toda a tecnologia causa em nós sabe? Vemos todo mundo encontrando um caminho, mesmo que falso só pra ter o que exibir nas redes sociais, e tomamos isso como uma regra a ser seguida de forma que se ainda não sabemos pra onde ir os fracassados somos nós, e bom, não é bem assim, né? Antes levar mais tempo para se autoconhecer e com isso tomar boas decisões do que se precipitar e se arrepender pelo resto da vida.
    Como diz meu professor de História: escolher um curso, uma profissão, um caminho errado é o mesmo que casar com alguém que você não ama.
    Beijos!

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso, também. Mas, como comentei acima, meu maior problema são as grandes expectativas que minha familia tem posto em mi, desde sempre, sério. Então me vejo rodeada de expectativas, de pressão, de pessoas encontrando seus caminhos, e não consigo nem me focar em mim mesma, em me entender.
      Mas obrigada pelo apoio, ;)
      Beijos!

      Excluir
  14. Muito bom post. concordo plenamente.
    Ganhaste uma nova seguidora :)
    Beijinhos
    http://eyeelement.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  15. Acho que o principal da vida é aceitar que ela sempre vai ser esse turbilhão de querer e desquerer coisas, incertezas e medos :) quando a gente aceita que é isso aí mesmo acho que ela fica mais fácil e as cobranças diminuem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Acredito em você, e eu sei que essa é apenas uma fase, mesmo sendo difícil aceitar. Um dia sei que tudo vai ficar melhor para mim, assim como ficou para todas essas pessoas maravilhosas que têm comentado aqui <3
      Beijos!

      Excluir
  16. Nossa, se eu te falar que estava discutindo sobre isso com uma amiga a minutos atrás você acreditaria? Infelizmente, essa sensação passa pela a nossa vida milhares e milhares de vezes, né?

    Odeio quando ela aparece...
    Beijos e adorei o post, babe! ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito :) Esse é um assunto muito recorrente hoje em dia, ainda mais com a velocidade com que a informação vai passando graças a internet, muitos de nós nos sentimos perdidos, eu me sinto.
      Também odeio isso :(

      Beijos e obrigada :)

      Excluir